27 março 2015

TAG: Você é feminista?

Uma boa notícia: acho que vou conseguir ler os 25 livros que eu prometi a mim mesma que leria. Não tenho muito dinheiro pra comprar livros nem muitas pessoas pra pegar emprestado, mas estou conseguindo ler vários livros. Com certeza vocês não estão entendendo, vou explicar: minha promessa para 2015 era ler 25 livros totalmente diferentes um do outro, para eu me aprofundar mais em gêneros diferentes, e assistir 25 filmes, com o mesmo intuito. Os filmes eu nem sei se vai dar certo (ando muito sem tempo ultimamente) mas os livros tenho quase certeza de que vou conseguir. Isso é uma ótima notícia. Estou lendo no momento Cira e o Velho, livro maravilhoso, e terminei de ler A Vendedora de Fósforos, que eu espero trazer a resenha assim que puder.
Tenho certeza de que ninguém aqui sabe, mas eu meio que sou feminista. Meio, porque existem coisas que eu não concordo que elas dizem, mas sou a favor sim do movimento feminista. Eu queria fazer uma postagem explicando o que era o feminismo, mas como ainda não tinha exatamente como explicar o que realmente é o feminismo, resolvi pegar a tag Você é feminista? que eu vi no Lully de Verdade.
P.S.:Eu sei que os posts do blog estão ficando tipo "um por mês". Mas nem vou falar muito disso.
1. O que é o feminismo pra você?
Não só pra mim, como o que o feminismo realmente é: a vontade de igualdade entre homem e mulher. Obviamente igualmente cultural, já que não se tratam homens e mulheres do mesmo jeito. Exatamente como um homem é visto na sociedade como alguém forte e capaz, a mulher também deveria ser. Então, por que o nome do movimento se chama feminismo e não igualismo? Porque são as mulheres as oprimidas. Os homens estão dois degraus acima da mulher. Nós não queremos ficar dois degraus acima do homem, exatamente no mesmo degrau que o homem está.
Pelo amor de Deus, não confundam isso com misandria, que é o ódio aos homens. Isso é ódio mesmo, as mulheres que acham que vão dominar o mundo e etc. Não, não NÃO. Feminismo e misandria são coisas completamente diferentes, não esqueçam.
2. Quando você descobriu que era feminista?
Eu achava que o feminismo era misandria mesmo, que eram as mulheres que culpavam os homens por tudo. Veem o quanto eu era ignorante nessa questão? Mas depois que vi o post do blog Diva Pensante que eu mudei de opinião. Fui ler o post achando que era uma total besteira, mas foi aí que entendi o que era feminismo. Depois de ver o discurso da Emma Watson pro #HeForShe e os vpideos da Lully de Verdade, eu entendi que era feminista. Feminista mais ou menos, porque tem vários coisas que não concordo sobre o feminismo. A ideia central é a que me agrada.
3. O que você mais escuta quando fala em "feminismo"?
"Não é o ódio aos homens?" "Não são as mulheres que odeiam os homens?" Sério, fico triste sabendo dessa ignorância das pessoas. Não as culpo, a palavra feminismo só faz pensarmos assim. Acho que devemos espalhar pra todos o que realmente é o feminismo. Será que não vão existir feministas escondidas por aí?
4. Pra você, qual a maior evidência que o feminismo é necessário?
São muitas, muitas mesmo. Uma delas é o machismo, que está quase tão presente hoje em dia do que antigamente. E o pior é que a maioria das mulheres tenta apenas ignorar isso. Ou acham isso bonito. Bonito, sério. Cantadas machistas que algumas mulheres se orgulham de receber, assobios, mulheres sendo vistas como objetos e achando isso bonito. Isso existe. Mas o movimento do feminismo é a igualdade, então também acho que existe machismo entre mulheres. Mulheres que objeticam (?) os homens para tentar "virar o jogo". O machismo é o principal empecilho no mundo da igualdade, entre homens e mulheres. Preste atenção no seu dia a dia, e vai ver que o feminismo é necessário em vários formas diferentes.
5. O que você mudaria no movimento feminista no Brasil?
Acho que principalmente eu iria querer acabar com a ignorância das pessoas em relação ao feminismo. Que o feminismo fosse mais divulgado, quero dizer. Tanto para homens quanto para mulheres. Existem muitos feministas escondidos por aí, e se o feminismo fosse divulgado, acho que a igualdade estaria mais próxima.
E é isso :) Espero que tenham gostado. Vou deixar aqui embaixo a tag da Lully, ficou mais explicada do que a minha.

E esse aqui:

Até mais.


15 comentários:

  1. Estou exatamente o contrário de você: tenho várias oportunidades para ler, mas quem disse que consigo? Leio umas cinco, seis páginas por dia e olhe lá D: Mas acho que vou melhorar - comprei dois livros da minha lista de metas (12 Doutores, 12 histórias e A Ilha dos Dissidentes \o/) e vai que rola. Depois faça resenha desses livros, hein! ♥

    Adoro o canal da Lully, vi essa tag uns tempos atrás e achei deveras interessante c: E eu amo a Lully porque ela é realmente feminista - não aquelas feministas radicais que acham que todos devem se curvar à elas, e não só homens - e foi ela que me fez perceber que feminismo não é misandria. Mas a etimologia também não ajuda - por mim chamaria igualitarismo (o que já existe, aliás), ou algo assim.

    Uma coisa que ouço muito sobre feminismo é "são aquelas mulheres que colocam os peitos pra fora pra protestar?" ou whatever. É triste, mas é verdade: em movimentos sociais, são sempre os radicais (que normalmente só querem aparecer) que se destacam, sujando o propósito do movimento :c

    *Objetificam. No mais, concordo com tudo que você disse no 4. Pequenas coisinhas na nossa sociedade são machistas - aquelas bem sutis, já tão impregnadas que quase não percebemos.

    O problema de não terem tantas feministas assumidas é esse conceito errado mesmo, por causa dos "protestos" das radicais. O problema é a ignorância, porque é muito improvável uma mulher não ser feminista - ou um homem bom, pra falar a verdade. É igualdade, não "oprimir o opressor", como eu já vi gente falando (que morte horrível).

    A-DO-REI o post. Não sei se vou responder a tag também, mas quem sabe?

    Kissu ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. VOCÊ COMPROU 12 DOUTORES 12 HISTÓRIAS? Estou procurando esse livro em todo lugar, nunca acho. Mas se eu tiver, por exemplo, 40 reais e achá-lo por esse preço, não irei hesitar em comprá-lo. Finalmente compro A Ilha dos Dissidentes! Gostaria muito de uma resenha.
      Eu também gosto da Lully por isso. Ela não é aquela feminista que fica falando "é culpa dos homens", "isso é contra os homens" e etc. Ou aquelas loucas alucinadas que não entendem quando é piada e quando é sério. A Lully não é dessas; gosto muito dela por isso.
      Uma vez perguntei para as minhas amigas se elas eram feministas. E se sabiam o que era feminismo. Elas disseram, na maior inocência, que "é o ódio aos homens, não é?". Isso afeta muito o Brasil, e o mundo também. Por isso o feminismo não vai pra frente.
      Obrigada <3 As vezes as próprias mulheres fazem algo machista - como tratar os homens como objetos - que impedem o feminismo ou a ideia real do feminismo. E ainda tem gente que fala que o machismo é só dos homens...
      Se existissem mais pessoas que dissessem, em todos os lugares, o que realmente é o feminismo, essas coisas não aconteceriam.
      Obrigada ♥ Responda, adoraria ler!

      Excluir
  2. Sabe, antes eu meio que não gostava de feministas, por achar que elas tinham ódio por homens, mas depois que entendi o movimento acabei aderindo algumas partes.
    Concordo com o fato de igualdade, mas igualdade social, pois convenhamos, você não ve mulheres em obras ou carregando madeiras e etc com muita frequência por ai, o que eu apoio é o reconhecimento da mulher copmo parte integrante da sociedade e tão importante quanto o homem, mas uma igualdade é completamente diferente de justiça, justiça é a mulher ser considerada parte importante e tão capaz quanto o homem, igualdade é você pegar e dar um serviço super pesado para um homem e para uma mulher e ver que certas mulheres vão ter mais dificuldades para realizar a tarefa, visto que isso é uma injustiça pelo fato do homem ser mais forte.
    Gosto da ideia de independencia do feminismo, o fato de que a mulher é tão inteligente quanto o homem, tão racional quanto ele e sabe sim fazer várias coisas, mas uma coisa que me incomoda muito são as feministas que saem por ai e assistem/leem algo como 50 tons de cinza, ou escutam uma menina falar bem de um cara e ja saem xingando, pois isso é uma ideia total ao feminismo :/
    enfim, amei seu post <3

    http://umagarotanadaencantada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também, achava que era mulher que odiava homem e etc, só depois que li alguns posts e vi alguns vídeos que entendi o real sentido do movimento.
      A mulher precisa ser vista como alguém na sociedade, apenas isso. Mas o machismo ainda existe por pensarem que, se a mulher quer ser igual ao homem, pode fazer trabalhos pesados e etc. Não. É preciso refletir muito sobre o feminismo para se explicar exatamente o que é, e mostrar que isso não faz parte da ideia.
      Fiquei com muita raiva das feministas quando começaram a xingar 50 tons de cinza. Não que eu goste, mas acho que algumas criam caso por muita besteira.

      Excluir
  3. Achei super bacana a sua ideia de ler 25 livros diferentes! Adoraria ver um post sobre isso por aqui, quando vc terminar de ler todos!

    O post ficou DEMAAAAAAAAIS! Sério, você foi tão coerente nas respostas! Amei! Eu sou feminista, é claro <3 Acho que todas as mulheres são de alguma forma feministas, mas não sabem. Algumas são ignorantes no assunto, e já vi cada merda ser dita, que também me deixam super triste.
    Acho ridículo mulheres que agem como os homens e também ficam gritando na rua "gostoso" e etc. Acho que não beeem assim que as coisas deveriam ser. Acho que deveria ter o respeito de ambas as partes. A mulher está descendo ao nível dos homens nessa baixaria ao invés de tentar mudar a situação. Não concordo.
    Você tirou as palavras da minha boca em todas as respostas. Concordo super! Quero mais posts assim por aqui!
    Uma coisa que gostaria de saber sua opinião: o que você acha da Marcha das Vadias? Vejo pessoas a favor, pessoas contra... O que vc acha?
    Beijo!

    http://enquantoachuvadissolveacidade.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Provavelmente eu o farei, quando for o final do ano ou quando eu bater minha meta. Mas já vou avisando que ficará enorme.
      Obrigada ♥ Também acho que existe uma parte feminista em cada um de nós, seja homem ou mulher. Na maior parte do tempo a pessoa não sabe o que é ou não tem interesse em descobrir.
      Mulheres que fazem isso estão sendo machistas e nem sabem.
      Vou pensar na resposta... Bye ~

      Excluir
  4. Olá. Adorei a postagem, ficou super bacana! Percebi agora que sou feminista. Acho super idiota que com tantas mulheres o mundo os homens ainda se achem no direito de mandarem nas coisas. Um exemplo é que muitas familias brasileira (inclusive a minha) ainda ensinam a filhas a serem submissas a o irmão e depois a um marido. Como assim? Bem, se você tem um irmão como eu tenho provavelmente tua mãe te manda limpar até os pés da cama enquanto teu irmão tá lá igual um rei. Então depois de sofrem com o machismo em casa a pessoa ainda se casa, tem filhos, trabalha e o que? Ah, é claro, vai arrumar a casa enquanto o maridão está numa boa assistindo o time favorito no sofá. Sério, isso é algo que me dá nojo. Nunca vou criar meus filhos assim. Algumas pessoas dizem que o mundo é muito machista mas elas mesmo tratam os filhos como um rei e as filhas (mesmo sem perceber) como empregadas.
    Chu ~chegada das estações

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bom saber que ajudei as pessoas nessa questão! ♥ Minha mãe faz muito isso, quando pergunto com que idade meu irmão vai começar a andar sozinho ela diz que será com 14 ou 15, mas quando eu pergunto ela diz que será com 18. Entendo o ponto de vista dela: as pessoas não fazem mal a homens por eles serem "fortes, ágeis", enfim. Mas as mulheres tem fama de serem frágeis e estúpidas, portanto alvos mais fáceis. As ignorância de uns levam à ignorância de outros.
      Minha mãe nunca fez isso comigo. Eu e meu irmão precisamos fazer exatamente as mesmas coisas.
      Bye ~

      Excluir
  5. Adorei o post,adorei o blog e pensando em responder tag também. Feminismo sempre foi um tabu mas acho maravilhoso que estamos conseguindo quebra-ló.

    http://royaleza.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente estamos, aos pouquinhos. Responda também, adoraria ver as respostas!

      Excluir
  6. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  7. Que post otimo. Ate hoje nao sabia o verdadeiro significado de feminismo, porque tem significados diferentes para algumas pessoas ne? Dai fiquei meio confusa. Mas sei la, nao acho que eu seja feminista. Talvez um dia eu mude de ideia, se é que isso é uma ideia porque ainda nao pensei muito sobre o assunto
    bjs ><

    http://blogimaginantes.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bom saber que apresentei o feminismo a muitas pessoas. Mesmo que você não seja, pelo menos sabe o que é. E é bom pelo menos saber, porque você pode espalhar e talvez encontrar feministas escondidas.

      Excluir
  8. Adorei a sua postagem, me vi refletida nela. Sendo que há algum tempo eu também tinha essa ideia de que Feminismo = Misandria. Com o tema em alta e a chuva de informação sobre isso, foi que eu notei o quanto estava sendo ignorante. Parabéns pelo post~

    http://euclarisse.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quase todo mundo descobriu o que é, mas mesmo assim, vale a pena espalhar. Obrigada ♥

      Excluir