03 junho 2015

Resenha: A Metamorfose

Hoje é meu aniversário! Sim, estou fazendo treze aninhos hoje. Nem sei se fico feliz ou triste por isso, 13 não é lá um número muito bom,
Antes de tudo, gostaria de agradecer aos comentários fofos de vocês no post passado. Não me acho lá essas escritoras (só me acho genial em relação ao livro que estou escrevendo, quando vou parar pra pensar fico tipo "como isso saiu da minha cabeça?"). Escrevi aquele poeminha nesta última quinta feira, em um momento de ansiedade. Sábado passado eu fui numa competição da Ginástica Rítmica, que acho que comentei em algum desses posts aí. Bom, sexta feira era meu último ensaio antes da competição, então eu estava um pouquinho ansiosa. Quando eu disse "momento" no poema, quis dizer exatamente isso, momento. Mas acho que as palavras são coisas que nós interpretamos da maneira que queremos. 
Enfim, além de estar sofrendo por David Tennant cada dia mais, tenho outra novidade: eu ganhei um sorteio na internet de verdade! Sim, ganhei o livro After, e veio todo maravilhoso: o livro com a jacket, com marcador e ainda veio um pôster da cara de A Herdeira. Sim, estou toda feliz com isso. Como estou lendo dois livros no momento, ainda não comecei a lê-lo, mas assim que termina-los, será o próximo da lista.
Vim com a resenha de um livro simplesmente fantástico hoje. Em todos os sentidos.
A Metamorfose, de Franz Kafka, conta a história do Gregor Samsa. Ele é um homem comum, normal, mora com os pais e a irmã mais nova de 16 anos. Sustenta a casa, trabalha com viagens e enfim, tão normal quanto poderia ser. Porém...
Vou escrever a primeira frase do livro pra vocês.
Certa manhã, ao acordar de sonhos intranquilos, Gregor Samsa encontrou-se, na sua cama, metamorfoseado num inseto monstruoso.
Sim, meus queridos. O Gregor vira um inseto monstruoso já na primeira frase do livro. É assim que o livro começa. Ele é bem conhecido como um dos melhores livros de ficção do mundo, e eu até posso concordar. 
Quando descobrimos que o Gregor virou um inseto (tem gente que diz que é uma barata, mas não pessoal, é um inseto monstruoso), ele não sabe ainda. Ele continua pensando como um humano comum, porque ele afinal é um humano comum por dentro. Por fora, um inseto, por dentro, alguém. E quando acorda continua pensando que vai precisar pegar o trem pra não sei que lugar, que está atrasado e etc. Ele só percebe que realmente há algo errado quando tenta se levantar da cama, e vê que não consegue.
A história do livro é comum. Se o Gregor não tivesse virado um inseto monstruoso, seria o dia-a-dia de qualquer um. O que torna a história diferente é esse pequeno fato. Quando ele acorda e não sai pra ir trabalhar - nem em pé ele consegue ficar, pois não entende o que está acontecendo -a família começa a chama-lo. Depois, o próprio gerente da firma dele vem ver o que está acontecendo. Os momentos que a família e o gerente estão chamando o Gregor pra ele sair poderia ser até comum, porém enquanto vamos lendo percebemos que ficamos receosos. Você fica pensando como vai ser a reação da família quando ver o que o Gregor se transformou. 
A escrita é incrível, sem mais. O Kafka vai nos contando como o Gregor se sente, a visão dele. Quando a família começa a ignorá-lo, a ficar com medo dele e etc, e o que ele pensa disso tudo. Como eu gostava muito do Gregor, eu ficava me perguntando porquê cargas d'água a família dele não estava nem aí pra ele, preferia que ele morresse. Mas depois de uma conversa com um menino da minha sala, ele falou "Imagina um inseto gigante correndo na sua parede?" e foi só aí que entendi porquê ninguém gostava dele. Essas partes assim também são incríveis.
Eu tenho algo contra protagonistas femininas, já não disse? Pois bem, aqui tem mais um motivo: eu amei o Gregor. Eu me identifiquei muito com ele. Quando comecei a pensar em como eu seria se fosse uma barata gigante (eu imaginei uma barata a história inteira) teria a mesma reação que o Gregor tem. Isso fez eu ficar morrendo de raiva do final do livro e mesmo assim gostar muito dele.
Os personagens secundários são pouquíssimos: a irmã mais nova do Gregor, o pai e a mãe. Não aparecem muito na história, mas são importantíssimos. O jeito como eles tratam o Gregor chega a ser entendível. É como aquelas famílias de pessoas doentes. Chega um momento em que o que realmente precisa ser feito é que a pessoa doente morra, descanse em paz. Pra essas famílias, não pra mim. 
Enfim, concluindo: esse com certeza é um livro incrível, maravilhoso, e acho que todos deveriam tirar um momento de suas vidas pra lê-lo. Se apaixonem por Gregor Samsa como eu, e se encantem com o livro, do início ao fim.
Uma resenha mais bem explicadinha é da Tatiana  Feltrin, vou deixando o vídeo aqui.
Enfim, recomendo esse livro com todas as minhas forças. Espero sinceramente que se interessem por ele. Pra mim, é um clássico, merece ser lido.
Até.

16 comentários:

  1. Antes de tudo: Feliz aniversário, tudo de melhor na sua vida!!!
    Agora sobre o post, se não me engano, li esse livro por indicação da escola, pra algum trabalho, não me recordo muito bem (posso estar enganada.) Mas adorei a resenha e as tuas palavras, escreve muito bem, viu?!

    Beijos | Quebrar o Silêncio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, Amanda!
      Que bom que gostou da resenha. Deveria ler de novo, é um dos melhores livros que já li!

      Excluir
  2. Feliz aniversário Belle. 2013 não foi um ano bom pra mim, mas meus treze anos foram incríveis.
    Já ouvi diversas vezes sobre Kafka, mas nunca li nada dele. Já vi algo sobre esse livro, mas nunca tinha visto sobre o que realmente se trata, gostei de conhecer aqui, quero ler em breve.

    Ah, saiu texto novo lá no blog, hein? Passa lá pra conferir.
    Beijos, Sel | Quinta Gaveta ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Sel!
      Espero que leia sim. Dizem que Kafka tem uma escrita difícil, mas pra mim esse livro foi bem fácil e só um pouco bem explicado.

      Excluir
  3. Aeeeee feliz aniversário <3 tudo de bom!!!
    Ótima resenha do livro, deu vontade de ler *-*
    Diariodelolivlet.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada duas vezes, e espero que leia o livro.

      Excluir
  4. Passando rapidinho pra dizer FELIZ ANIVERSÁRIO BEEEELLEEE <3 *joga purpurina*
    Depois faço um comentário decente, hoje estou muito cansada para a vida (feriado, come to me), mas ei! Ainda assim lembrei do seu aniversário! Tudo de bom pra você, viu? <3
    Li alguns capítulos de A Metamorfose na aula de Redação, achei interessante. Acho que vou ler na íntegra esse ano, te aviso! A resenha ficou ótima, me deixou ainda mais ansiosa para ler.
    Acho que é isso por enquanto. Como disse, depois volto e faço um comment melhor, estou meio fora da realidade de tanto sono ;w;
    Bye bye~ e parabéns de novo \o/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OBRIGADA MOÇA ♥♥♥
      Estou me sentindo honrada, você lembrou!
      Quando ler me avise mesmo, quero saber o que está achando da leitura.
      O sono faz isso com todos, eu te entendo.

      Excluir
  5. Feliz aniversário!! Muitas felicidades e tudo de bom, garota <3 <3
    Não conhecia esse livro, eu amo entrar em blogs e achar livros que não conheço. Esse parece bem interessante, amei a resenha!
    Beijos!
    http://o-hyeah.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada <33
      Que bom que gostou da resenha.

      Excluir
  6. FELIZ ANIVERSÁRIO (atrasado, desculpe), BELLE! Desejo que seus treze anos sejam fantásticos, os meus foram. 13 é um número bom, sim.
    AI MEU DEUS, ESSE LIVRO PARECE SER FANTÁSTICO! Eu nunca tinha parado para ler a respeito dele, e amei-o ♥ Sua resenha me deixou com muita, muuuuita vontade de ler. Ai, imaginar um inseto gigante na minha parede não foi uma experiência muito agradável O.O
    Beijos ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo bem, obrigada mesmo assim moça. Realmente, também espero que sejam.
      Que bom que gostou! Espero que o leia, de verdade. Vai achar tão incrível quanto eu achei.

      Excluir
  7. Antes de tudo, feliz aniversário!
    Qualquer número é um número bom quando sabemos o aproveitar. Sobre a sua resenha ♥ Você foi bem maravilhosa explicando e a cada linha me deu mais vontade de ler, sou completamente apaixonada por metamorfoses.

    Adorei o post, beijos letz

    Chuvadeglitterbyleth.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thank you <3
      Na verdade, isso é verdade (?). Acho ótimo que tenha gostado. Se gosta de metamorfoses então leia esse livro, acho que é o símbolo das metamorfoses.

      Excluir
  8. Ola! Tudo bem?
    Esse livro parece muito interesante. Tenho vontade de lê-lo.
    Adorei a sua resenha.
    Beijinhos e boas leituras! :)
    http://abracalibro.blogspot.com.es

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, pode lê-lo, é maravilhoso.

      Excluir